• EN
  • PT
  • Keith Haring. Entre a Arte, o Ativismo e a Moda

    15 anos após a 1ª exposição de Keith Haring em Portugal, a State of the Art trouxe a obra do artista e ativista americano de volta, para uma exposição individual, denominada “Keith Haring. Entre a arte, o ativismo e a moda”, que decorreu no CascaiShopping entre 10 de setembro e 10 de novembro 2019. A exposição contou com 17 obras originais da fase mais criativa de uma das mais emblemáticas figuras do cenário artístico de Nova Iorque, dos anos 80, bem como criações de estilistas, inspiradas no trabalho de Haring, e ainda uma réplica do emblemático casaco usado por Madonna na festa de anos de Haring, na Paradise Garage, a 16 de maio de 1984 onde cantou “Dress you up”.

    A inauguração ficou marcada pela live body painting performance com a modelo Sharam Diniz e a ilustradora Susana de Oliveira, numa homenagem à performance que Keith Haring realizou com a supermodelo e cantora Grace Jones em Nova Iorque, em 1987. A performance foi acompanhada pelo bailarino Lukanu Mpasy, igualmente coberto em padrões inspirados na arte de Keith Haring.

    No âmbito de uma parceria com a CP – Comboios de Portugal e a Infraestruturas de Portugal, a exposição saiu para a rua e levou a arte de Keith Haring para a estação de Cascais, sendo esta transformada numa galeria de arte com os símbolos icónicos de Haring, adaptados por Susana de Oliveira. Foi, ainda, realizado pelo artista Akacorleone, o revestimento de um comboio da linha de Cascais com o legado do artista americano.

    Para comemorar os 30 Anos da Fundação Keith Haring em 2019, cujos principais objetivos são a luta contra o VIH e SIDA, foram desenvolvidas um conjunto de ações de sensibilização e prevenção em parceria com a ACES Cascais, a Câmara Municipal de Cascais, o CascaiShopping, o Hospital de Cascais, a ModaLisboa e a SER+ (Associação Portuguesa para a Prevenção e Desafio à Sida).

    Sendo a moda uma das temáticas desta exposição, o embaixador e porta-voz convidado pela State of the Art foi Dino Alves, um dos maiores designers de moda a nível nacional.

    O projeto de arquitetura, do espaço expositivo, foi levado a cabo pelo Diogo Aguiar Studio, baseou-se num sistema expositivo que se materializava a partir dos elementos de expressão artística de Haring: a linha, a cor e o figurativo.