• EN
  • PT
  • PERFORMANCES CIRCENSES

    No âmbito da exposição “O Circo de Fernand Léger”, a State of the Art convidou o Instituto Nacional de Artes do Circo (INAC) a apresentar três performances inspiradas no novo circo, o circo contemporâneo.

    A primeira performance, “ARO”, foi uma criação única e especial para a inauguração da exposição, tendo como ponto de partida o trabalho do pintor Fernand Léger, e contou com a participação de Rui Paixão, o primeiro palhaço português a integrar o Cirque du Soleil.

    Com a vontade de fomentar a arte circense a nível internacional, a companhia italiana Fabbrica C foi convidada a decifrar a linguagem de Léger e a proporcionar um espetáculo de acrobacia aérea, alternado de malabarismo e humorismo.

    No fecho da exposição e comemoração do 20.º aniversário do NorteShopping, o INAC voltou a “subir ao palco” com o espetáculo “Plaina”, uma atuação de circo contemporâneo que retrata o quotidiano de uma sociedade ribeirinha.

    Scroll Up