SÃO ROQUE FORA DE PORTAS
16/01/22

SÃO ROQUE FORA DE PORTAS

SÃO ROQUE FORA DE PORTAS

 

A pandemia de Covid-19 afetou de forma significativa o modo de vida das pessoas idosas, sobretudo dos utentes de lares. Para combater o isolamento social da População +65, a State of the Art concebeu e produziu um projeto de âmbito cultural que consistiu em levar uma das obras de arte mais emblemáticas do Museu de S. Roque, “Ciclo de Vida de S. Roque” (Portugal, c. 1520) a várias Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas da Santa Casa de Misericórdia de Lisboa.

 

 

 

Através da reprodução em tamanho real, a partir de uma fotografia de alta resolução, os utentes dos lares tiveram a oportunidade de conhecer de perto a obra, cuja narrativa se encaixa nos desafios da pandemia Covid-19, levando uma mensagem de esperança aos utentes dos lares, dado que São Roque contraiu a peste negra e se curou.

 

 

 

A apresentação da obra foi realizada por mediadores especializados do Museu de S. Roque, criando uma experiência única e personalizada, seguido por um workshop ou atividade lúdica.

 

 

 

Um pedaço da história religiosa que tem o poder de chegar até cada um dos utentes, através das histórias por detrás de cada tábua, modo de vida da época e elementos representados, bem como tradições e ideologias religiosas.

Fotografias © State of the Art

no responses
CASCAISHOPPING MUSIC FEST 2021
30/11/21

CASCAISHOPPING MUSIC FEST 2021

CASCAISHOPPING MUSIC FEST 2021

 

De 15 de outubro a 5 de novembro 2021, o Cascais Kitchen recebeu, pela segunda vez, o CascaiShopping Music Fest, um ciclo de concertos intimistas com nomes reconhecidos do panorama musical português.

 

 

Depois de uma primeira edição de sucesso em 2019, a State of the Art desafiou Luís Represas, Tiago Nacarato, Irma e Carolina Deslandes para subirem ao palco do Cascais Kitchen, o mercado gastronómico do centro comercial, com o objetivo de proporcionar finais de tarde descontraídos e inesquecíveis aos visitantes.

 

 

A programação de concertos arrancou no dia 15 de outubro com a atuação do emblemático cantor e compositor Luís Represas. No dia 22 de outubro, foi a vez do cantautor portuense com raízes brasileiras Tiago Nacarato subir ao palco e, na sexta-feira seguinte, dia 29, Irma trouxe temas do seu álbum de estreia “Primavera”.

O ciclo de concertos terminou no dia 5 de novembro com Carolina Deslandes, uma das maiores artistas da atualidade, enchendo o Cascais Kitchen de boa música e energia!

“A segunda edição do CascaiShopping Music Fest, que acontece no ano em que o Centro celebra 30 anos, simboliza o regresso aos momentos de convívio e descontração entre amigos e família, ao mesmo tempo que apoia um dos setores mais afetados pela pandemia. É mais um passo do CascaiShopping na promoção da cultura”, referiu Carla Bonito, diretora do CascaiShopping.

Fotografias © State of the Art

no responses
MUNDUS IMAGINALIS BY ERROR-43 (2020)
17/09/20

MUNDUS IMAGINALIS BY ERROR-43 (2020)

10 anos de “A Arte Chegou ao Colombo”

A 10ª edição de “A Arte Chegou ao Colombo” apresentou um formato inovador ajustado à realidade provocada pela pandemia e com uma nova abordagem de apoio a artistas emergentes. Neste novo contexto, a tradicional exposição no Centro Colombo deu lugar a uma programação especial dividida em dois grandes momentos, em comemoração do presente e do futuro.

Em celebração do presente e sem perder de vista as vivências do passado, “A Arte Chegou ao Colombo” exibiu a instalação de arte aérea “Mundus Imaginalis”, dos Error-43. A pensar no futuro, foi lançado o “Prémio A Arte Chegou ao Colombo”, para apoio a artistas em início de carreira.

Fotografias © Gui Morelli

MUNDUS IMAGINALIS BY ERROR-43

“Mundus Imaginalis” foi concebido no contexto da pandemia covid-19, que obrigou toda a humanidade a um confinamento social sem precedentes. A peça expressiva, que apelou aos sentidos e à reflexão, assumindo-se como a celebração da vida em comunidade, sem envolver contato físico entre os visitantes.

A instalação de arte aérea “Mundus Imaginalis” apresentou-se como uma bola de espelhos que celebrou o fim do confinamento, dos momentos que vivemos no multiverso das nossas realidades, repartidas entre as nossas casas, pensamentos e sonhos, que não tivemos oportunidade de partilhar na presença física de outros humanos. A peça de arte representou o sítio onde essas realidades se juntaram de novo.

Instalação de arte aérea

A instalação de arte consistiu numa semiesfera tão leve e em constante deformação, um espetro de formas e luz, sempre em movimento, um ser flutuante, que se fez acompanhar do relaxante som que o material produzia ao mover-se. Para controlar, em parte, a fluidez do ar, estiveram instaladas ventoinhas que se ativam e desativam consoante um programa pré-definido, contando com as cores vívidas e padrões conceptuais nos ecrãs led instalados na cúpula e a particular refração produzida pelo material para gerar os mais diversos efeitos na Praça Central do Centro Colombo.

Obra interativa com visitantes

Os visitantes puderam ver a sua imagem refletida e confundida quer com o meio ambiente, quer com a imagem dos restantes visitantes, criando um efeito ilusório, como um sonho em movimento, onde foi possível celebrar, mais uma vez, a vida em comunidade.

Uma forma geométrica semiesférica invertida, com 29 metros de diâmetro, projetada a partir de 10 pétalas, em paralelismo à comemoração dos 10 anos do projeto “A Arte Chegou ao Colombo”.

no responses
“Vestido de Dino Alves em prol da luta contra a sida no Moda Lisboa” (2019)
27/08/20

“Vestido de Dino Alves em prol da luta contra a sida no Moda Lisboa” (2019)

VESTIDO DE DINO ALVES EM PROL DA LUTA CONTRA A SIDA NA MODA LISBOA

No âmbito da exposição “Keith Haring. Entre a arte, o ativismo e a moda”, o embaixador Dino Alves, um dos maiores designers de moda portugueses, criou um vestido inédito inspirado na obra de Haring que foi apresentado em exclusivo na ModaLisboa 2019, durante 10 e 13 de outubro de 2019.

Segundo Dino Alves, o vestido denominado “Keith”, foi criado como “uma peça que representasse, de uma forma simbólica, as várias facetas da obra do artista. “Keith” “sai de uma tela de onde caiem os símbolos gráficos que se espalham pela cauda do vestido. O restante vestido é totalmente branco, passando depois para a pele, através dos mesmos elementos gráficos, feitos do próprio tecido do vestido e aplicados na second skin.

No dia 28 de outubro 2019, o vestido foi vendido pela Cabral Moncada Leilões no leilão de Arte Moderna e Contemporânea. Todos os lucros deste leilão reverteram para a Ser+ – Associação Portuguesa para a Prevenção e Desafio à SIDA.

Estas duas iniciativas realizaram-se como ações complementares da exposição “Keith Haring. Entre a arte, o ativismo e a moda”, que decorreu no CascaiShopping entre 10 de setembro a 10 de novembro.

no responses
“MUSEU DA LUA” (2019)
20/09/19

“MUSEU DA LUA” (2019)

Museu da Lua

A State of the Art levou o “Museum of the Moon” do artista britânico Luke Jerram para o Palácio Marquês de Pombal (Oeiras), no âmbito do Encontro Ciência 2019, juntamente com a Câmara Municipal de Oeiras e a Embaixada do Reino Unido.

O Museu da Lua, presente pela primeira vez em Portugal, consiste numa instalação de arte que representa a Lua, com 7 metros de diâmetro, construída a partir de imagens de satélite de alta resolução da NASA da superfície lunar.

A instalação é uma fusão de imagens e iluminação lunar, complementada por uma banda sonora desenvolvida pela BAFTA e pelo aclamado compositor britânico Dan Jones.

Ao longo dos dias que esteve aberto ao público, o Museu da Lua teve um programa diversificado onde aliou-se à Ciência, com a presença da FameLab e leituras científicas, como também à Música, através de concertos intimistas e um tributo à banda The Beatles.

Para o dia de abertura, a State of the Art convidou a Orquestra Clássica do Centro a apresentar “Serenatas com a Lua por perto” – um momento mágico para todos aqueles que tiveram a oportunidade de assistir.

Em digressão mundial desde 2017, o Museu da Lua já foi exibido em mais de 20 países. Numa apresentação no Reino Unido, uma menina perguntou ao artista: “Vão devolver a Lua quando a exposição terminar?”

Fotografia © Carlos Santos

no responses
ESPETÁCULOS DE BALLET (2019)
09/08/19

ESPETÁCULOS DE BALLET (2019)

ESPETÁCULOS DE BALLET

A State of the Art convidou a EDD – Escola Domus Dança do Porto para realizar dois espetáculos inéditos com recriações de excertos de alguns dos bailados mais marcantes do repertório clássico nacional e internacional, como o “Lago dos Cisnes”, “D. Quixote”, entre outros.

Inseridos no âmbito da Exposição “Edgar Degas. No Mundo do Ballet. Com a participação especial de Paula Rego e Helena de Medeiros”, estas contaram com presenças de bailarinos profissionais, como o caso de Diogo de Oliveira, o primeiro português integrado na Ópera de Paris, bem como o bailarino da Companhia Nacional de Bailado, Frederico Loureiro, considerado um dos melhores jovens bailarinos do mundo.

Fotografia e vídeo © Co.lab NorteShopping

no responses
INSTALAÇÕES ARTÍSTICAS DE NATAL (2018)
09/08/19

INSTALAÇÕES ARTÍSTICAS DE NATAL (2018)

Parque Encantado

 

A State of the Art lançou o convite a vários coletivos de arte e arquitetura a desenvolverem instalações artísticas de luz alusivas ao Natal, no Parque Verde do LoureShopping. O objetivo foi criar um percurso com mais de 15 mil metros quadrados de área, numa perfeita aventura natalícia desde a Fábrica dos Brinquedos do Pai Natal, passando pelas cinco instalações de arte, terminando num Carrossel mágico.

O “Parque Encantado” foi alvo de um grande sucesso, tendo tido mais de 32 mil visitas durante um mês.

Os visitantes do Parque tiveram a oportunidade de espreitar as instalações de vários artistas: Glam que apresentou uma escultura que representava um urso polar e um pinguim, criando uma forma piramidal que criou a sensação de se tratar de uma árvore de natal gigante.

O coletivo Rethorica Studio expôs uma instalação que transportava os visitantes pelo imaginário. O Teatro Metaphora com uma proposta de consciencialização ambiental e os Error-43 apresentaram uma instalação interativa num elevador sensorial. Os 2upla com um projeto onde sete caixas de LED transmitiam a proximidade entre as pessoas nesta época festiva.

Fotografia © Error-43

Fotografia © Francisco Freitas

Fotografia e vídeo © FX Road Lights

no responses
“PORTUGAL POP” VISÃO (2018)
02/05/19

“PORTUGAL POP” VISÃO (2018)

PORTUGAL POP

A State of the Art desafiou a artista plástica Rueffa, embaixadora da exposição “Roy Lichtenstein e a Pop Art”, a encerrar esta com um Live Painting em homenagem ao artista americano.

Durante algumas horas e no centro da praça principal do Colombo, a artista Rueffa completou um quadro ao vivo, através de material de esferovite e acrílico, acompanhada pelo DJ John Holmes.

Em parceria com a VISÃO, foram organizadas três conversas com convidados reconhecidos a nível nacional de diferentes áreas e experiências distintas.

A primeira talk, “Pim, Pam, Pop: O que Mexe com as Pessoas?” juntou o cantor José Cid e a escritora Margarida Rebelo Pinto, e foi moderada pela apresentadora Ana Rita Clara.

A blogger Pipoca Mais Doce e o facebooker Miguel Somsen discutiram o tema “Digipop: nos Tempos da Popularidade Instantânea”, com a moderação da diretora da VISÃO, Mafalda Anjos.

No terceiro painel, a discussão foi centralizada nas “Causas Pop: como usar a popularidade para mudar mentalidades?”, com a jornalista Rita Ferro Rodrigues e o locutor e apresentador Rui Maria Pêgo.

Fotografia e vídeo © Visão

no responses
CONVERSAS CULTURAIS (2018)
10/12/18

CONVERSAS CULTURAIS (2018)

CONVERSAS CULTURAIS

 

Com o intuito de abrir o diálogo crítico no panorama cultural contemporâneo, a State of the Art desenvolveu duas Conversas Culturais, baseadas na exposição “O Circo de Fernand Léger”.

O primeiro debate foi acerca da influência que o circo tem nas artes visuais/plásticas, e na mesa principal esteve Jorge Barreto Xavier, embaixador da exposição “O Circo de Fernand Léger”; Bernardo Pinto de Almeida, professor catedrático na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e David Oliveira, artista plástico em exposição. O papel de moderador coube ao artista António Gonçalves, diretor artístico da Galeria Ala da Frente.

 

A segunda conversa intimista teve como alvo a importância da performance circense na atualidade, e contou com a presença de Teresa Ricou, fundadora do projeto Chapitô, o artista Paulo Robalo, professor na Academia Contemporânea de Espetáculo do Porto, e o coreógrafo Paulo Ribeiro, ex-diretor da Companhia Nacional de Bailado. O jornalista e diretor geral do Porto Canal, Júlio Magalhães, foi a voz que direcionou e moderou esta Conversa Cultural.

no responses
PERFORMANCES CIRCENSES (2018)
10/12/18

PERFORMANCES CIRCENSES (2018)

PERFORMANCES CIRCENSES

 

No âmbito da exposição “O Circo de Fernand Léger”, a State of the Art convidou o Instituto Nacional de Artes do Circo (INAC) a apresentar três performances inspiradas no novo circo, o circo contemporâneo.

A primeira performance, “ARO”, foi uma criação única e especial para a inauguração da exposição, tendo como ponto de partida o trabalho do pintor Fernand Léger, e contou com a participação de Rui Paixão, o primeiro palhaço português a integrar o Cirque du Soleil.

Com a vontade de fomentar a arte circense a nível internacional, a companhia italiana Fabbrica C foi convidada a decifrar a linguagem de Léger e a proporcionar um espetáculo de acrobacia aérea, alternado de malabarismo e humorismo.

No fecho da exposição e comemoração do 20.º aniversário do NorteShopping, o INAC voltou a “subir ao palco” com o espetáculo “Plaina”, uma atuação de circo contemporâneo que retrata o quotidiano de uma sociedade ribeirinha.

Fotografia © Marta Marques

Vídeo © Co.lab NorteShopping

no responses
1 2 3